Curta Cantinho Especial

Curta Cantinho Especial

Curta Cantinho Especial

16 de mar de 2013

Daniel na cova dos leões

O rei dos caldeus e da babilônia, Baltazar, fez de Daniel um dos homens mais poderosos de seu reino porque Daniel era um sábio de grandes qualidades, capaz de decifrar sonhos e de dominar a astrologia, as escritas e todas as ciências.
Com a morte de Baltazar, Dario tomou seu lugar, e Daniel ganhou ainda mais prestigio no reino, tornando-se um de seus principais governantes e atraindo a inveja de conselheiros, ministros e outros homens poderosos.
Dario era um rei justo porem sem muito brio, e os homens de seu governo, roídos pela inveja, começaram a influenciar o rei, para que ele tirasse os poderes de Daniel.
Sem poder atacar o trabalho de Daniel na administração do reino, pois ele era uma pessoa integra e irrepreensível  seus inimigos resolveram acusa-lo da fé em seu Deus. Foram a Dario e disseram que todos os homens importantes do reino concordavam que o rei editasse uma lei que proibisse os súditos de orar por 30 dias aos deuses ou aos homens, quaisquer que fossem, e que todos deveriam orar somente ao rei.
Dario não compreendeu por que queriam aquela lei, mas mesmo assim concordou em edita-la e assim foi feito. A desobediência seria punida com o faltoso sendo atirados aos leões.
Quando a lei foi publicada Daniel não se abalou, como de habito, entrou em sua casa entrou em sua casa e no quarto cujas janelas davam para o lado de Jerusalém  orou, como fazia três vezes ao dia, e continuou a orar e louvar a Deus.
Os inimigos de Daniel, amotinados e bem informados sobre os hábitos de Daniel, foram até sua casa e o surpreenderam orando a Deus.
Então, correram ao palácio acusar Daniel de desobedecer a lei recém estabelecida. Eles exigiram do rei Dario que punição fosse cumprida imediatamente. 
Mesmo contrariado, Dario não teve alternativa a não ser ordenar que Daniel fosse preso e levado para a cova dos leões. Antes que o sábio fosse atirado às feras, disse-lhes: "Espero que Deus a quem serve possa salva-lhe."
Daniel foi lançado à cova dos leões através de uma abertura, sobre a qual rolaram uma pedra que foi lacrada pelo rei, para que nada interferisse no destino de Daniel.
No dia seguinte, Dario dirigiu-se com toda pressa para a cova dos leões mandou que tirassem a pedra da abertura e através dela chamou: "Daniel, pôde seu Deus salvá-lo dos leões?
"Vida longa ao rei!", exclamou Daniel, "Deus enviou seu anjo e fechou a boca dos leões que não me fizeram mal algum."
Daniel foi tirado da cova são e salvo, para a alegria do rei, que escreveu ao seu povo: "respeitem o Deus de Daniel. É o Deus vivo que subsiste eternamente. Seu reino é indestrutível e seu domínio é perpetuo. Ele faz milagres e prodígios no céu e na terra: Foi quem salvou Daniel dos leões."





0 comentários:

Postar um comentário

NOS CAMINHOS DE JESUS

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us
Usem Internet Explorer para abrir o blog